quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Ergovisão




2017 começou cheio de energia, e de uma larga lista de resoluções que aos poucos vai sendo posta em prática. Entre tantos desejos e aspirações, são várias as que se prendem com a melhoria da nossa qualidade de vida, dos cuidados connosco, com a nossa alimentação, com o corpo e com a alma, com a pele (porque aos 30 os sinais da idade começam a ficar difíceis de esconder) e,  claro está, com a nossa visão.

Muitas são as horas que passamos ao computador, temos por isso nos óculos um dos nossos melhores aliados. Por aqui, e por diferentes razões os óculos são um acessório indispensável. Trabalhar com coisas tão minuciosas como a criação de peças de joalharia, fez com que a L. fosse sempre estimulando a sua visão ao perto mas lentamente destruindo a sua capacidade de ver bem ao longe. Hoje é já impossível viver sem os seus óculos e foi na consulta da Ergovisão que descobriu que a sua graduação voltou a aumentar. Os seus Marc Jacobs pretos e dourados, os óculos dos quais achou sempre que nunca se viria a separar, estavam já desactualizados e era hora de os reciclar. O drama instalou-se mas por pouco tempo. Na montra da sua marca de eleição estavam uns novos óculos que foram um autêntico amor à primeira vista. Os primeiros e os últimos a serem experimentados sem que houvesse dúvidas que eram esses novos Marc Jacobs tartaruga rosa que iriam dar continuidade à longa história de amor da L. com esta marca.

Já a M. tinha melhores notícias. Os seus óculos de descanso quase não sofreram alteração de graduação. Já no que diz respeito à saúde ocular ficamos a saber que também os olhos podem necessitar de hidratação. No caso da M. estavam bastante vermelhos, muito provavelmente por viver próximo do mar e para atenuar estes sintomas foram-lhe recomendadas umas gotas.









Depois do diagnóstico, a parte mais divertida: a escolha das armações! Se a L. ficou a suspirar de amor pelos Marc Jacobs de tartaruga rosa, a M. sabia claramente que se ia render a umas armações transparentes. Não interessava a marca, tinham que ser transparentes! E assim foi! Na Ergovisão existe uma gama variadíssima de marcas e modelos mas não foi difícil escolher: a Tom Ford tinha os óculos perfeitos!



L.<3
m.*

Sem comentários:

Enviar um comentário

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.