quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau

Quem foi acompanhando o nosso instagram sabe, que a semana que passou se fez de vários dias por Lisboa, mesmo que com viagens de ida e volta pelo meio. Foi uma semana agitada e de grande desgaste mas que fizemos por aproveitar a 100% para que nada nos escapasse. E como em todas as idas a Lisboa, farta-mo-nos de comer aqui e ali nos mil sítios novos que estão sempre a aparecer pela capital.

Este sítio já não é novo. É mais uma daquelas tentações que tanto me esforcei por resistir... Mas o fruto proibido é mesmo o mais apetecido e desde que Maria de Lourdes Modesto o intitulou de uma "verdadeira obscenidade" , não coube mais em mim a vontade de ceder a este pecado.
Já lá passei à porta vezes sem conta, babei e engoli em seco de cada uma dessas vezes, já dei por mim a salivar vidrada nas imagens da fachada até que chegou este fim de tarde frio de um típico sábado de Janeiro... e cedi!

Conheci finalmente por dentro, este casamento pecaminoso de um pastel de bacalhau que se enrolou com um pedaço de queijo da serra. E se isto é pecado, o inferno só pode ser delicioso. A junção de duas coisas que adoro e que para mim resulta na perfeição! Acho mesmo que nenhum dos dois rouba o sabor ao outro e se juntam numa combinação deliciosa daquelas que faz congelar o mundo à nossa volta enquanto a saboreamos.








O espaço é pequenino e igualmente delicioso em cada detalhe que se vê ter sido pensado ao pormenor. Também não era preciso que fosse grande, um local que é exclusivamente dedicado a uma experiência que é devorada em poucos segundos.

L.<3

2 comentários:

  1. Bom, isto deve ser de perder a cabeça mesmoooooo!!! Adoro ambos, seria a loucura total.
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. É mesmo Miranda! Tem de experiementar! :)

    ResponderEliminar

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.