quarta-feira, 8 de julho de 2015

Casa de Pasto da Palmeira



Poder acabar o dia a desfrutar de uma belíssima paisagem para o rio, com petiscos com este aspecto, com estas cores, e aromas que infelizmente as fotografias não passam, mas que são fáceis de imaginar,  é dos maiores prazeres que podemos ter. Faz crescer água na boca. Tão bom!

Fomos à Casa de Pasto da Palmeira e ficámos encantadas com cada detalhe. Não resistimos em fotografar tudo quanto podíamos. Numa mesa bem pequenina, só nós e estas delícias.
Foi entre sabores vindos directamente do mar e petiscos criativos que aliam éclairs a rosbife, que nos perdemos ali mesmo.









A lista é nada mais do que um caderninho de notas, quase a lembrar viajantes sedentos de apontar cada pormenor de cada viagem, de cada cantinho visitado, de cada cheiro, de cada sabor. Temos que folhea-lo até à última página escrita para sabermos o que nos reserva esta casa no dia em que lá vamos.
Fomos aconselhadas pelo funcionário a escolher três pratinhos que dão bem para duas pessoas mas, claro, numa lista tão apelativa tivemos que escolher mais um. Foram quatro as delícias em que nos perdemos, e quando lá voltarmos sabemos bem que nos perderemos noutras tantas.

Na nossa pequena mesa conseguimos juntar eclairs de rosbife com queijo creme, queques de alheira com grelos e molho agridoce, salada de frutos vermelhos e uma mariscada com thai. Escusado será dizer que estava tudo divinal.

Os queques de alheira, esses que têm lugar cativo nesta ementa em constante mutação, eram muito bons. Não trazem grande novidade, é certo, comemos este petisco em todas (todas mesmo!!) as casas que os tenham na lista. Mas é inevitável. Adoramos. Qualquer dia já nos sentimos até com a capacidade de eleger o melhor deles todos tal é no nosso conhecimento profundo sobre este petisco em cada esquina.

A salada era fantástica, com morangos, pequenas amoras, framboesas, groselhas, em perfeita sintonia com a rúcula selvagem e a cebola roxa que combinavam ainda melhor com a amêndoa crocante que rematava uma salada fresca, com um toque de fruto seco.

E não podemos terminar sem fazer os devidos elogios à mariscada, com camarão, amêijoa e lingueirão, com um molho de coco que se funde com os sabores do mar e dá aquele toque exótico, reforçado com a acidez da lima. Não podia ser melhor.

Havemos de voltar muitas e muitas vezes. Ficamos muito fãs deste espaço, destes sabores.
Apenas uma nota final, levem dinheiro uma vez que o restaurante não dispõe de multibanco. Existe uma caixa multibanco relativamente perto mas é sempre desagradável terem que acabar a vossa refeição a ir a pé levantar dinheiro, como nós!

L.<3
m.*

Casa de Pasto da Palmeira Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Sem comentários:

Enviar um comentário

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.