quarta-feira, 26 de março de 2014

Na tigela: Lunch Dish

Quem me conhece sabe que adoro cozinhar e receber pessoas em casa a quem posso mostrar (e testar!!) as minhas receitas.
Mas o meu gosto por cozinha, e que agora vejo como parte de mim, não surgiu de forma natural, ou por outra, não foi daquelas coisas que se possa dizer que nasceram comigo. Que o diga a minha mãe que nunca teve a mínima esperança que eu viesse a gostar de cozinhar um dia!
O que é certo é que entre férias passadas no sofá e serões sem nada de jeito na televisão para ver, fui vendo programas de culinária e o meu gosto nasceu assim mesmo, há nada mais que provavelmente uns 7 anos.
Claro que fui criando uma paixão enorme pelos cozinhados do Jamie Oliver e pelo seu jeito na cozinha e a ele seguiram-se tantos outros como a Miss Sophie Dahl e a Nigella Lawson.

Mas outra característica em mim é que quase nunca faço as receitas exactamente como as vejo. Ou porque falta um ingrediente na despensa, ou porque não gosto disto ou daquilo, acabo sempre por moldar as receitas ao meu gosto/conveniência.


Assim, a receita que vos trago hoje para esta tigela foi feita com base naquela a que a avó da Nigella chamava de Lunch Dish mas à qual eu já dei umas voltas! É uma tarte de carne, óptima para jantares com muita gente em que fazemos vários petiscos ou simplesmente para um final de tarde acompanhado de uma salada.

É muito simples, como quase tudo o que faço (o lado prático tem sempre que estar presente!) e já fez as delícias de muita gente cá em casa! :)




Ingredientes:

1 cebola
1 lata de tomate em pedaços
500g de vaca picada
1 ovo cozido
1 mão de azeitonas pretas descaroçadas
azeite
sal
massa folhada
1 gema de ovo


Preparação:

1. Numa sertã, colocar a cebola e o azeite até a cebola ficar loirinha. Adicionar o tomate em pedaços e deixar refogar um bocadinho.
2. Juntar ao refogado a vaca picada e esperar até que fique ligeiramente cozinhada. De seguida adicionar o ovo partido aos bocadinhos, as azeitonas às rodelas e temperar com sal a gosto.
3. Forrar o tabuleiro do forno com papel vegetal e colocar a massa folhada. Fazer uns furinhos com o garfo nessa base e colocar o recheio da carne, escorrendo o molho para não ficar demasiado húmida.
4. Colocar a massa folhada que irá tapar a tarte, celar a toda a volta com os dedos húmidos (para colar mais facilmente) e pincelar com a gema do ovo de forma a ficar bem amarelinha.
5. Levar a forno a 200 graus até que a massa fique bem cozinhada. Como o interior já está cozinhado, não têm que ter a preocupação de saber se estará já na hora de retirar do forno, basta olhar para a massa.




Como vêem é uma tarte mesmo muito simples de fazer e fica deliciosa! O recheio pode sempre variar consoante o que têm na despensa e moldar aos gostos de cada um! Normalmente gosto desta tarte bem tosca por isso não a faço numa tarteira, mas se a quiserem com um ar mais "arranjado" podem sempre fazê-lo!


Espero que gostem! :)


m.* 

Sem comentários:

Enviar um comentário

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.