quarta-feira, 15 de abril de 2015

Massa de Caril

Mais do que uma simples massa, hoje trazemo-vos uma simples massa de caril! :)
É verdade, quantas e quantas vezes têm vontade de comer caril e por trabalho ou preguiça essa delícia fica fora dos planos? Por aqui acontecia algumas vezes. E a verdade é que nem sempre apetecem comidas com muito molho mas a vontade do caril pode estar lá na mesma!
É por isso que a massa de sabores da Milaneza já é das melhores amigas cá por casa. Já usávamos a de tinta de choco para receitas com frutos do mar e a de azeitona para sabores mais mediterrânicos, e já temos na dispensa a massa picante à espera de ser utilizada. Por hoje, fica uma receita deliciosa com esparguete de caril.





Ingredientes:
esparguete de caril milaneza
lombelo de porco ibérico
manga
cebolinho
sal
alho
azeite

Como fazer:
1 - Em primeiro vamos selar a carne, durate cerca de dois minutos de cada lado, numa frigideira com um fio de azeite, alho, e temperada com sal.
2 - De seguida colocamos a carne numa assadeira e levamos ao forno por cerca de 20 minutos num lume não muito forte. Temos que ter em atenção para que não fique mal passada nem assada de mais para não secar. E como cada forno é diferente, convém ir controlando.
3 - Num tacho, cozer a massa em água com sal.
4 - Servir com manga cortada aos cubos e polvilhar com cebolinho.

Para quem gosta de caril e ainda não teve a oportunidade de experimentar este esparguete, aconselho mesmo. O sabor é bem intenso, algo picante e muito, muito delicioso!

Melhor do que o sabor destas massas fantásticas, só mesmo a oportunidade de ir aos Açores com a Milaneza! Querem ganhar uma viagem? Saibam tudo aqui!

Bom apetite!

m.*

2 comentários:

  1. Que bom aspecto!! Adoro caril e esse esparguete deve ser divinal. Já gostava muito dos pretos, com tinta de choco, ou dos vermelhos, com pimentão (creio!?). Esse deve ser super saboroso e a vossa sugestão vai ser seguida, cá em casa.

    Outra coisa: é tão giro ver mais uma "Cabido" nestas andanças. Temos que nos conhecer...prima :)

    Por acaso — e infelizmente — não é tendência que deva adoptar. Traumas de infância talvez. Só me lembra aquela saia que a mãe me vestia nos sete anos, apogeu da minha 'rechonchudice'. Vejo as fotografias e não sei se ria, se chore. É caso para dizer: no mas! Agora, sei que vou gostar muito de as ver em outras meninas e imagino-te a usar — e arrasar — com ela!

    Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Sara, temos mesmo que nos conhecer! Numa próxima visita a Lisboa ou numa próxima vinda tua cá ao Porto não pode passar! ;)

      Um beijinho **

      Eliminar

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.