quarta-feira, 28 de maio de 2014

Há duas sem três: Ténis.

Em semana de Roland Garros é inevitável falar de ténis. Este post não se trata duma crítica especializada (de todo!), mas sim de mais uma coincidência/curiosidade engraçada para partilhar.
É que este é mais um tema em que há duas sem três!




O ténis está presente na vida das três, de forma diferente.

A Luísa começou a jogar ténis em pequena, jogou durante 4 anos, mas entretanto deixou o ténis e não acompanha jogos nem torneios.

Eu, filha dum fiel tenista, comecei a jogar ténis desde cedo. Aos 15 anos deixei o ténis (porque era preciso estudar!) e voltei às aulas há 2 anos atrás, quase 10 anos depois de ter parado os treinos. Ainda jogo, mas tal como a Luísa, não assisto a torneios: gosto de ver um jogo aqui e ali, mas não perco o sono para os ver.

Depois das "duas" que jogam ténis, lá vem a "três": a Marta.


A Marta, que nunca jogou ténis, é uma espectadora assídua de torneios. 

Tem uma paixoneta pelo Djokovic que a faz ver todos os jogos e ficar acordada até às tantas da manhã para não perder pitada. E vê os jogos com imensa emoção! (Mais ou menos como se fosse o Benfica a jogar, percebem?)
A única das três que nunca pegou numa raquete é mesmo a que mais liga ao ténis (de sofá!). Qual é a probabilidade?




Há mesmo duas sem três.

R.

Sem comentários:

Enviar um comentário

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.