sábado, 27 de junho de 2015

Sabores do mar à mesa...



O Verão tem destas coisas. Aproveitar o ar livre, receber amigos e fazer churrascos. Quando são com sabor a mar... ainda melhor!

Os dias mais longos puxam por nós e pedem mesmo para ficarmos lá fora até ao anoitecer, na conversa, na melhor companhia e acompanhados pelos melhores petiscos. Já é certo e sabido que marisco é dos meus petiscos favoritos, e qualquer um serve. Gosto de todos, e gosto ainda mais de variar. Desta vez foi berbigão. Talvez o menos nobre deles todos, mas tão delicioso como cada um deles. E resolvi não só fazê-lo como habitualmente faço, de petisco de entrada, mas torná-lo o ingrediente principal de uma massa. Hoje pelo blog temos mais uma receita, apresento-vos o meu tão saboroso esparguete de berbigão.




Os ingredientes são simples:
1 - massa fresca, usei esparguete, até um bocadinho mais largo do que costumo gostar, há muito por onde escolher!
2 - berbigão fresco. Vão ter que comprar um saquinho inteiro por isso não há mesmo como não ser generoso nesta receita. Claro que vão ser berbigões a mais, há que os servir como entrada também!

E a preparação é tão simples como a lista de ingredientes.
1 - o primeiro passo e que não podem saltar de forma alguma é lavar bem, muito bem, os berbigões. Eles vêm com areia e a última coisa que querem é sentir areia nos vossos dentes. Para isso deixem-nos em água um bocadinho, para abrirem, e vão trocando a água até verem que já se livraram da maior parte da areia. Vai ser impossível livrarem-se de toda, mas tentem ao máximo porque isso faz toda a diferença.
2 - Num tacho ponham um bocadinho de água a tapar o fundo, com cerca de 2 centímetros de altura. Deixem ferver e coloquem os berbigões lá dentro. Temperem com sal e pimenta, nesta última podem ser generosos! É das melhores combinações que há: berbigão e pimenta. Tapem o tacho para que os berbigões abram todos com o calor. Em 3 minutos devem ter já a grande maioria das cascas abertas. Reservem.
3 - É aqui que passamos para a massa. Passem com uma concha de sopa alguma da água de cozer os berbigões para outro tacho. Tentem não apanhar as areias que devem estar depositadas no fundo. É importante que o façam com a concha e não a virar de um tacho para o outro precisamente por isso. Mais uma vez, não vão querer areias na vossa receita.
4 - Aproveitem a maior parte de água de cozer o berbigão possível e juntem a água que julguem necessária para cozer a vossa massa. Daqui só têm mesmo que esperar que a água ferva e adicionar a massa até estar cozida.
5 - No fim, escorram a água da massa, adicionem os berbigões, com casca, sem casca, dos dois, como preferirem!

Podem temperar com um fio de azeite, adicionar mais pimenta e servir com algumas ervas aromáticas que tenham por casa. Tomilho, coentros, salsa, manjericão. Fica ao vosso gosto!






Acompanhamos esta delícia com um bom vinho Quinta do Vallado Rosé, e um Pargo grelhado, apenas temperado com sal, bem fresquinho, directamente da peixaria para a grelha!

Se há boas maneiras de dar as boas vindas ao Verão, esta é uma delas!
Bom apetite!

m.*

1 comentário:

© dois igual a três - 2013. all rights reserved. Tecnologia do Blogger.